Docker – de A a Z – 19 – Youtube Downloader – Novidades #01

Pessoal, esse é o primeiro pacote com novidades sobre o projeto. Nosso diagrama de causa-efeito-ação chega a sua 5a versão com muitas novidades, incluindo:Adição do MongoDB, agora fazendo encoding de MP3 com FFMPEG, possibilitando o download de MP3 que já está em dev, além de stream parcial (que permite utilizar o controle de tempo da tag video do html5) e várias correções, além de uma nova implementação “duvidosa”. Mas essa eu não vou contar aqui, você terá de olhar no github, mais especificamente em um commit que nesse momento só está presente na develop.

Fique atento às modificações nas imagens abaixo. Essas imagens representam novidades que criei e estão publicadas em dev (http://devweek04.gago.io:20001/), enquanto isso prd (http://devweek04.gago.io/) continua com a mesma implementação antiga. Nesse momento faz bem deixar assim, já que torna possível visualizar as diferenças.

Docker – de A a Z – 19 – Youtube Downloader – o projeto

Olá, esse é o vídeo de número 19 da série e vamos abordar um tema incomum: Pizza! Oops brincadeira! Youtube Downloader! A escolha desse projeto se dá pela necessidade de utilizar paralelismo para processar as requisições de download, tratar-se de um projeto não convencional, e precisar de cuidados ortogonais quanto ao design da solução em si. São elementos que fazem desse projeto um projeto divertido e cheio de peculiaridades. A principal característica é sair do mais do mesmo, dos cruds com MongoDB e Redis e mostrar um exemplo mais rico.

O que eu uso?

Olá, como vai você?

As polêmicas
Do lado de cá, continuo me metendo em polêmicas e mais polêmicas nos grupos de discussões nacionais, e nesse final de semana decidi sair desses grupos. A discussão por aqui não é muito produtiva, leva-se tempo para que as pessoas foquem no foco de uma discussão enquanto, outros fazem agressões descabidas, ou mesmo falem muita besteira. Chato isso, mas de fato, há muita gente achando que sabe, o que não sabe!

Microservices – Buzzword da vez

Olá, como vai você?
Bom, embora eu tenha citado Microservices nos posts Oragon Architecture – Application Hosting e Roadmap da Reestruturação do Oragon Architecture, acho que é hora de entrar um pouco no detalhe do que vem a ser este “novo velho mundo”.
Bom, às vésperas de lançar o projeto Oragon Aaron, onde encontramos o Oragon Architecture Application Server destinado a endereçar diversos aspectos de uma arquitetura baseada em microservices, li um artigo interessante de um pessoal que sigo há pouco tempo. O highscalability.com é um excelente site para quem quer estar antenado nas tendências de escalabilidade e cloud. Em 8/Abril saiu um artigo chamado “Microservices – Not A Free Lunch!” cujo pelo título já temos um overview do que vem pela frente de quem pretende usar esse desenho de arquitetura.

Oragon Architecture – Application Hosting – Suporte para Nijnect e SimpleInjector e qualquer outro container

Bom, tenho escrito o bastante para nem precisar perguntar como você está! Né?!

Já estamos íntimos e agora vou contar uma novidade! Implementei o suporte a dois containers bem conceituados no mercado e simplifiquei o modelo para que você possa implementar facilmente uma nova extensão para qualquer IoC container que tenha o interesse de trabalhar.

Só para mostrar como é simples, está aqui todo o código para estender o Oragon Architecture Application Hosting para o Ninject.

Se não se convenceu ainda, aqui está o código para criar uma integração nova com o SimpleInjector

Simples né?!

A escolha dos dois frameworks se deu pelas suas características enquanto o SimpleInjector é o mais rápido em diversos benchmarks, o Ninject é de cara o mais procurado.

Oragon Architecture – Application Hosting – Criando uma nova aplicação baseada em Spring.Net

Olá, como vai você?

Por aqui tudo bem! No post anterior fiz um overview do Oragon Architecture Application Hosting, falando no que foi feito, agora vou demonstrar como hospedar aplicações baseadas em Spring.Net.

Oragon Architecture – Application Hosting

Olá, como foi sua páscoa?

Espero que tenha sido muito boa, com muitos doces e família. Já por aqui essa páscoa teve muito doce e muito trabalho. Consegui implementar algumas mudanças no Oragon Architecture, espero que goste! Nesse post vou falar um pouco sobre o novo host de aplicações, o subsistema Application Hosting. Muita coisa mudou nessa versão, e agora não exigimos mais que use Spring.Net, embora tenha suporte prioritário.

Oragon Architecture – Por que? Pra que?

Olá, tudo bom? Vou falar um pouco do meu projeto pessoal o Oragon Architecture. Se você me acompanha, sabe que falo bastante dele, e vou aproveitar para responder algumas perguntas que já me fizeram nos últimos dias.   Já fui questionado algumas vezes porque criar um framework de aplicação, uma arquitetura relativamente gorda, baseada em…

Roadmap de Arquitetura – Um exemplo real

As vezes sou questionado sobre meus desenhos de arquitetura e porque criar tantas abstrações, tanta configuração e tantas dependências e frameworks de terceiros, alguns que só eu e um tibetano conhecemos. No post Como definir Arquitetura de Software, cito quais são os pensamentos primários necessários para se desenhar um arquitetura, mas vamos aplicar isso a um…

Oragon Architecture – A evolução e os novos desafios

Para quem trabalhou comigo no BTG Pactual viu no Oragon Architecture o início do Oragon Architecture Services, que consistia em uma camada de abstração para a criação de serviços baseados em WCF, ainda configurado side-by-side com a configuração de WCF do .Net Framrwork. Para atender às demandas da B2W Viagens, não tivemos muita evolução, mas…

IOC / DI – Você está fazendo isso errado!

Olá, agora vou tocar em um assunto que parece uma ferida para muitos, mas considero bem básico. Infelizmente, acredito haja quem confunda estes conceitos, e por ter encontrado pela estrada alguns projetos com tais problemas relacionados à compreensão de IoC e DI, venho escrever esse post. É um tema tão cotidiano que hoje está disponível…