Consul – DNS – Visão Geral

Service Discovery é a capacidade que trata da descoberta de serviços em uma rede. É um elemento fundamental no dia-a-dia de quem trabalha com MicroServices, mas também pode ser usado por qualquer um que precise de algum dinamismo na descoberta de serviços. Além do Consul, que abordarei hoje, temos etcd, ZooKeeper. Mas escolhi falar um pouco sobre o Consul por causa do seu DNS interno, e o que vou apresentar hoje utiliza basicamente essa implementação, por ser algo simples, e retrocompatível.

Docker – de A a Z – 14 – ASP.NET Core from Scratch to Production with docker & jenkins (pt-BR)

Apresento aqui um projeto ASP.NET Core, desde sua criação até sua chegada a produção, com jenkins.
Começamos apresentando as opções de criação do projeto, depois habilitamos a integração com o Docker for Windows. Em seguida adicionamos mongodb ao projeto e começamos a desenhar o build de produção, ainda na máquina de desenvolvimento. Ao concluir o processo de configuração, subo o código para o github e faço o build no jenkins, usando pipeline para realizar build e deploy da nossa aplicação ASP.NET Core.

.NET Core – de 2.0.0-preview2 para 2.0.0 – Atualizando projetos e Dockerfiles

Vamos direto ao ponto: A intenção desse post é apresentar como migrar seus projetos do .NET Core 2.0-preview2 pra o .NET Core 2.0 RTM. Sim, esse é um tutorial, e visa apresentar o que é necessário para fazê-lo.

O .NET Core 2 foi anunciado no dia 14 de agosto e para quem estava usando o 2.0-preview2 algumas coisas simplesmente pararam de funcionar do dia para a noite.

docker-gallery/EnterpriseApplicationLog – v3.0

Em outubro no post Docker – de A a Z – 15 – RabbitMQ, LogStash, ElasticSearch e Kibana com Docker Compose eu apresentei um modelo interessante de Log, com uma abordagem diferente. Ficou muito simples para trabalhar com o stack, no entanto a Elastic.co mudou muita coisa no meio do caminho e foi necessário readaptar o…

Docker – de A a Z – 18 – NodeJS API com MongoDB

Nesse vídeo damos continuidade à série Docker de A a Z e vou abordar o desenvolvimento com NodeJS, TypeScript, Restify, TSLint, MongoDB e VSCode usando Docker para release e debug, além permitir rodar serviços adicionais como MongoDB entre outros. O projeto do gerador de código é melhor detalhado no post (((((NodeJS + TypeScript + TSLint +…

(((((NodeJS + TypeScript + TSLint + Restify) + MongoDB) + Docker) + VSCode ) + Yeoman) = Uma experiência de desenvolvimento incrível!

Perdão, não achei outra forma de expressar com alguma precisão o que acabei de criar! E é incrível! O título poderia se chamar “o primeiro yo a gente nunca esquece“, mas não expressaria o projeto e suas capacidades, nem as tecnologias e integrações envolvidas. O que é? Eu estou em plena reestruturação de um de…

Docker – de A a Z – 17 – Build and running WSO2 Identity Server

Um dos recursos mais comuns em aplicações corporativas é a gestão de identidade. Ou você implementa na aplicação, ou você utiliza um serviço externo como Auth0, Azure Active Directory ou outros. Quem está próximo das tecnologias Microsoft já ouviu falar do Identity Server (outro projeto), no entanto é importante conhecer outras soluções e a WSO2 possui uma: O WSO2 Identity Server, e é sobre esse projeto que falarei hoje.

Uma PoC de Sucesso

Esse post não tem o intuito de falar de boas práticas, de abordar padrões, técnicas mirabolantes, ou nada disso. É sobre fazer concessões para obter um resultado, levando em conta recursos disponíveis como know how, equipe e principalmente tempo. Parece familiar? Ok, mas também não é e nem passa perto de ser uma sugestão para você fazer algo que mereça ser colocado em produção. Estou aqui para falar de Provas de Conceito, PoC’s ou do inglês Proof of Concept e como consegui entregar uma porcaria extremamente funcional que encantou clientes.

Docker – Images vs Layers

Sempre que fazemos um build de uma imagem docker, estamos criando novas layers a cada comando do dockerfile. A última layer de cada build é a layer que identifica aquela imagem, é sob ela que o Docker aplica a tag quando usamos o parâmetro -t {imagename:tagname}, para dar nomes semanticamente eficientes. Abaixo trago um vídeo…

NGINX Automation

Se você usa o NGINX em produção, como Reverse Proxy, já se perguntou se seria possível criar algum tipo de automação. Essa é uma demanda pq quanto mais apps passando por ele, mais endereços, mais configurações. Se você usa todo o potencial do NGINX, aí com toda certeza você ficará interessado na automação. Exemplo de configuração…

Dev Week 2016 @ Canal .NET

Pessoal, essa semana está rolando o Dev Week 2016: São 5 dias, 16 palestras, todas as noites! A de segunda-feira já passou, mas isso não é um problema, todo o material fica disponível no Canal .NET, lá no youtube. A propósito, eu fecho a agenda da quarta-feira com o tema Arquitetura X Infraestrutura: O que todo desenvolvedor…

.NET Core – Estratégias de Deploy – Parte 2

O post estava ficando grande demais então dividi em dois. O que era para ser um só, acabou virando 2 posts sobre .NET Core. O post anterior aborda o contexto necessário para que entenda quais são as estratégias de deploy. Nesse vamos efetivamente abordá-las.

.NET Core – Estratégias de Deploy – Parte 1

Olá pessoal, já faz algum tempo que não escrevo sobre .NET. Tenho me dedicado aos vídeos sobre Docker, mas escolhi um tema muito divertido para falar: Novas estratégias de deploy com .NET Core.
Quem vem acompanhando os novos rumos da Microsoft, deve estar compreendendo que estamos diante de uma magnífica e imensa mudança de paradigma, que trás consigo não apenas um novo framework, mas novas e infinitas possibilidades. Alinhada à estratégia open source, a Microsoft está mudando e transformando-se para ser mais competitiva e entenda: A proximidade com o Linux não é um tiro no pé, mas uma abordagem mais realista, que endereça o sonho de muitos, assim como eu.

Docker – de A a Z – 16 – SQL Server for Linux

Pessoal, aqui vai mais um vídeo da série, e dessa vez uma demo, super simples e super rápida sobre o SQL Server for Linux. Vale lembrar que esse SQL Server on Linux é compatível com os providers e ferramentas que conhecemos e usamos no da-a-dia em qualquer aplicação, sua limitação está nos designers do SQL Server Management…

Docker – de A a Z – 15 – RabbitMQ, ElasticSearch , LogStash e Kibana

Pessoal, hoje vou falar um pouco de um stack de log muito interessante, esse papo acontece aqui no Docker de A a Z pois toda a infra de log é feita usando Docker. Nesse stack de log utilizo RabbitMQ,  LogStash, ElasticSeach e Kibana com Docker Compose. São muitos elementos, mas esse desenho garante o máximo de performance…

Docker Images – Nginx & Google PageSpeed

A internet como vemos hoje exige cada vez mais performance e cada vez melhor usabilidade. Nunca tivemos tanto apreço à experiência do usuário, assim produtos, ferramentas, serviços e frameworks são bem vindos para ajudar a entregar performance. Com o aumento nos recursos de interface, e a facilidade com que conseguimos hardware, chegamos em um momento em que a renderização passa a ser um ponto chave na obtenção de performance, já que do aspecto de processamento do server, nunca vimos tanto hardware (barato), nunca vimos tantos patterns, tantas soluções para facilitar nossa vida.
Mas e quando você não tem controle sobre todo o que foi desenvolvido? Seja ao fazer deploy de um WordPress, Magento, ou soluções maiores, como SiteCore, Evoq, o que fazer quando você precisa melhorar a experiência do seu usuário? Esse problema é comum quando usamos soluções prontas, em que sua customização não necessariamente abrange detalhes tão técnicos. É sobre esse tipo de problema que quero falar e vou aproveitar para apresentar o Google PageSpeed Module for Nginx, falar um pouco sobre Nginx e como ambos podem te ajudar no seu próximo projeto.

Docker – de A a Z – 13 – Bridge Network

Olá pessoal, nesse vídeo vou abordar as diferenças entre Default Bridge Network e redes User Defined Bridge Networks, as redes que geralmente criamos para nossos containers. As diferenças entre as redes bridge padrão e as que você cria é a capacidade de realizar descoberta de containers com base em seu nome. Isso significa que se você tem o container A…